Campeã olímpica admite aborto para competir em Pequim Campeã olímpica admite aborto para competir em Pequim

A velocista americana Sanya Richards-Ross, dona de cinco medalhas olímpicas (quatro de ouro) revelou que realizou um aborto pouco antes de disputar os Jogos de Pequim-2008. Na ocasião, a atleta conquistou a medalha de ouro no revezamento 4×400 m. Sanya contou sobre a interrupção forçada de sua gravidez em sua autobiografia Chasing Grace, lançada nesta semana nos Estados Unidos.

“A culminação do trabalho da minha vida toda estava bem diante de mim. Naquele momento, foi como se eu não tivesse escolha. O debate sobre quando a vida começa passou pela minha mente e o peso de uma criança fora de um casamento no auge da carreira, parecia insustentável. O que patrocinadores, família, igreja e fãs pensariam?”, escreveu a atleta, nascida na Jamaica a naturalizada americana.

Na época, Sanya estava noiva de seu atual marido, o jogador de futebol americano Aaron Ross, então atleta do New York Giants. Atualmente, Sanya espera seu primeiro filho e considera que sofrimento pelo aborto uniu ainda mais o casal.

“Ele me apoiou o máximo que pôde. Quase não falamos sobre isso, era como se não tivesse acontecido. Por muito tempo, foi como se só eu tivesse vivenciado isso. E quando finalmente conseguimos lidar com isso, pude perceber o quanto ele sofreu”, disse Sanya em entrevista à Sports Ilustrated. “Ele achava que estávamos sendo punidos, porque tive muito dificuldade para engravidar novamente.”

Ainda em entrevista à Sports Illustrated, Sanya disse que a desinformação faz com que várias atletas de alto rendimento tenham de passar pela mesma situação. “Esse é um problema que não é muito discutido, especialmente nos esportes. Eu não conheço nenhuma atleta de velocidade que não tenha feito um aborto na vida. Espero que meu caso amplie as discussões sobre o assunto”, disse.

“Pode soar bobo para algumas pessoas, mas no nosso meio as atletas não querem tomar pílula porque irão engordar e temos de estar sempre em forma. E pessoas nos dizem que quando estamos em plena forma não poderemos engravidar, porque nossos hormônios estão desregulados. Há muita falta de informação quando estamos na faculdade”, completou.

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR