Criminosos colocam pregos em estrada para furar pneus de viaturas. Criminosos colocam pregos em estrada para furar pneus de viaturas.

Agentes da Guarda Municipal de Vila Velha encontraram pregos fixados entre os paralelepípedos na rua do parque da Manteigueira. Segundo a Guarda, os pregos foram colocados por criminosos, com a intenção de furar os pneus das viaturas que fazem patrulhamento no local. A armadilha foi descoberta nesta quarta-feira (14).

Os agentes filmaram a retirada de parte dos pregos, que foram fixados com cimento. "A intenção é furar o pneu da viatura. Não para empreender fuga, mas para tentar intimidar uma ação da Polícia Militar, da Guarda Municipal, o que não tem surtido efeito. Muito pelo contrário, nós temos intensificado nosso trabalho aqui no parque”, disse o subsecretário da Guarda de Vila Velha, Samuel Nunes.

Além de atrapalhar o patrulhamento, os pregos podem colocam em risco quem procura o parque por lazer, ou para praticar exercício.

“Temos os ciclistas também, que gostam de pedalar aqui na região, podendo até danificar a bicicleta. E até mesmo quem vem fazer caminhada aqui, pode estar furando o pé”, disse o agente Magno, da Guarda.
Segundo a Guarda Municipal, criminosos usam o parque como rota para transportar drogas. Eles chegam de barco pelo mangue e seguem a pé pelas trilhas. A movimentação é feita principalmente à noite, em meio a vegetação do manguezal.

“Além da rota para o tráfico de drogas, vemos também o cometimento de de atos ilícitos, o próprio consumo de drogas. A Guarda Municipal, em conjunto com a PM, tem feito todo trabalho preventivo de patrulhamento, e vamos intensificar”, disse o subsecretário da Guarda Municipal de Vila Velha, Samuel Nunes.

Caso em Vitória

Uma situação parecida também aconteceu em Vitória, no Parque da Fonte Grande. Em julho do ano passado, um grupo de amigos encontrou armadilhas, feitas com madeira e pregos.
Elas ficavam enterradas no chão, exatamente nas trilhas do parque, e passar de bicicleta ou a pé poderia resultar em problemas graves. Na época, a administração do parque removeu as armadilhas.

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR