Projeto Esportivo alcança crianças e adolescentes no sul do ES Projeto Esportivo alcança crianças e adolescentes no sul do ES

O Campeões de Futuro segue crescendo em todo o Espírito Santo. Nesta sexta-feira (16),  Alegre e Guaçuí, no interior do Estado, deram início as atividades esportivas do projeto recebendo novos materiais e uniformes. E neste sábado (17), foi a vez de São José do Calçado e Bom Jesus do Norte iniciarem as atividades, também com novos materiais.

Em Alegre, o projeto oferece aulas gratuitas para mais de 200 crianças e adolescentes nas modalidades de futsal e badminton. Já em Guaçuí, mais de 800 alunos são atendidos pelos núcleos de ginástica rítmica, futebol de campo, voleibol, futsal, xadrez, capoeira e atletismo.

Em Bom Jesus do Norte, o Campeões de Futuro contempla os mais de 520 estudantes com aulas de futebol de campo, judô, jiu-jitsu, futsal, xadrez e capoeira. Enquanto em São José do Calçado beneficia 250 crianças nas modalidades de futebol de campo e capoeira. Na solenidade de abertura das atividades do projeto em 2017 os jovens, assim como nos outros dois municípios, realizaram apresentações esportivas já com os novos uniformes e matérias distribuídos.

Para o secretário Max da Mata, a entrega de materiais é fundamental para o fortalecimento do projeto. “Estes quatro municípios tem mostrado resultados positivos dentro do Campeões de Futuro, e dar início as atividades do projeto em 2017 entregando novos materiais e uniformes contribui ainda mais para que as crianças e atendidas continuem no esporte e sigam melhorando suas vidas por meio dele”, afirmou o secretário.

Campeões de Futuro

O Projeto Campeões de Futuro oferece esporte gratuito para crianças e adolescentes capixabas de 6 a 17 anos, em todos os 78 municípios do Estado. O objetivo é oportunizar aos alunos a prática esportiva aliada à educação, criando um colchão social para afastá-los do risco social como o envolvimento com a criminalidade, o consumo de drogas e álcool ou a prostituição infantil. 

Criado em 2006, o projeto segue em fase de multiplicação. Em médio e longo prazo, a meta do Governo do Estado é inserir 100% das crianças e dos adolescentes capixabas no programa. Por isso, os núcleos implantados estão em constante avaliação para que novos núcleos sejam cedidos e desenvolvidos pelos municípios capixabas.

 

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR