Homem aparece em missa, após ser dado como morto Homem aparece em missa, após ser dado como morto

O corpo de um homem foi reconhecido por familiares e enterrado, após ele ter desaparecido por dois meses. O artesão Geraldo Humberto de Carvalho fazia tratamento contra o alcoolismo na Fazenda da Paz, órgão que trabalha com a recuperação de dependentes químicos no Piauí, e terminou 'voltando à vida' durante as celebrações do 23° aniversário da Fazenda da Paz.

Na missa, como apurou o portal G1, o artesão terminou sendo reconhecido por uma amiga da família. “Durante a missa para comemorar o aniversário da Fazenda da Paz uma senhora ficou nervosa, rindo e chorando, contando que tinha participado do velório e do enterro do senhor”, relatou o diretor da instituição, Célio Barbosa. A família procurou por Geraldo Humberto, mas sem encontrar acabou indo procurar no Instituto Médico Legal (IML).

“A família fez a identificação do corpo a partir de uma careca”, contou Célio Barbosa. O artesão já encontrou com a família, que já soube que Geraldo está há 3 meses longe do álcool. Mas, outro desafio aparece para o artesão: provar que está vivo. “Agora é fazer a documentação porque ele ainda é dado como morto. Ele tem de nascer de novo”, afirmou Célio Barbosa.

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR