Sexto acusado de participar de assassinato de médica é preso em Minas Sexto acusado de participar de assassinato de médica é preso em Minas

O peão de boiadeiro Hermenegildo Palaoro Filho, apontado como intermediário do assassinato da médica Milena Gottardi, junto com Valcir da Silva, foi preso em uma fazenda de Aimorés, em Minas Gerais. Dos acusados de participação no crime, ele era o único que estava foragido.

Hermenegildo estava na companhia de parentes quando foi abordado pelos policiais na propriedade rural. Ele chegou na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por volta das 10h45 desta segunda-feira (25). 

O crime

A execução da médica Milena Gottardi com um tiro na cabeça na última quinta-feira (14) envolveu uma rede de pessoas e acordos. O crime, segundo a polícia, foi premeditado e encomendado pelo ex-marido dela, o policial civil Hilário Frasson, e pelo sogro, Esperidião Carlos Frasson

Pai e filho utilizaram dois intermediários, amigos da família há mais de 30 anos, para acobertar os planos e contratar um matador. Dionathas Alves Vieira, que atirou contra Milena, estava desempregado quando recebeu a proposta de R$ 2 mil para matar a médica. Ele, por sua vez, encomendou ao cunhado o roubo de uma moto para usar no dia do crime. 

 

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR