Aeroporto de Cachoeiro fará aproveitamento de água da chuva Aeroporto de Cachoeiro fará aproveitamento de água da chuva

O aeroporto municipal de Cachoeiro vai começar a fazer captação de águas pluviais para aproveitamento em serviços de limpeza e manutenção no local.

O sistema, que deve entrar em funcionamento ainda neste mês, foi implantado a partir de uma cisterna desativada, com capacidade para 15 mil litros. A água captada, que não é potável, será usada para lavagens de pisos, carros, máquinas, nas descargas de vasos sanitários e irrigação de canteiros.

Com isso, a expectativa é de que a ferramenta proporcione uma economia mensal de aproximadamente 60% nos gastos com recursos hídricos no aeródromo.

"É uma iniciativa importante para o incentivo de ações e práticas sustentáveis no município como um todo. Vai poupar o uso de água potável e reduzir custos", avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico, Felipe Macedo.

O aeroporto

O Aeroporto Raimundo de Andrade recebe entre 100 e pouco mais de 300 pousos e decolagens por mês, e o fluxo de aeronaves tem aumentado gradativamente devido à implantação, neste ano, do balizamento noturno, que possibilitou a retomada dos voos nesse período. Em agosto, o número chegou a 334, muito por conta da realização da Cachoeiro Stone Fair.

O aeródromo é utilizado principalmente para transporte de equipes médicas e órgãos para transplantes, oficiais do exército, empresários, representantes da classe política e artistas nacionais com shows na região.

 

 

 

 

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR