Senado pode votar nesta semana projeto que altera número de deputados por Estado Senado pode votar nesta semana projeto que altera número de deputados por Estado

Está na pauta do plenário do Senado nesta semana um pedido de urgência para o projeto que altera a representação por Estado na Câmara dos Deputados para as próximas eleições. Se o projeto for aprovado, alguns Estados perderão cadeiras, outros ganharão e outros terão o mesmo número.

A alteração foi proposta de acordo com as mudanças populacionais nos Estados registradas desde as últimas Eleições, em 2014, com base na atualização populacional feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2015.

Se o projeto for aprovado, o Estado que irá ganhar mais cadeiras é o Pará, com quatro a mais, passando das atuais 17 para 21. Já o Estado que vai perder mais vagas é o Rio de Janeiro, passando das atuais 46 cadeiras para 33.

Bancadas maiores

Ganharão duas cadeiras os Estados de Minas Gerais (de 53 para 55) e Amazonas (de 8 para 10 vagas) e terão uma vaga a mais os Estados da Bahia (de 39 para 40), Ceará (de 22 para 23), Santa Catarina (de 16 para 17) e Rio Grande do Norte (de 8 para 9).

Bancadas menores

Além do Rio de Janeiro, irão perder duas vagas no Congresso os Estados do Rio Grande do Sul (de 31 vagas terá 29), Piauí (de 10 vagas para 8) e Paraíba (de 12 para 10). Perderão uma vaga os Estados do Paraná (de 30 para 29), Pernambuco (de 25 para 24) e Alagoas (de 9 para 8).

Mesmas bancadas

Os demais Estados continuarão com o mesmo número de deputados: São Paulo (70), Maranhão (18), Goiás (17), Espírito Santo (10). Os Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Rondônia, Tocantins, Acre, Amapá ,Roraima e Distrito Federal manterão 8 vagas.

De acordo com a legislação atual, a Câmara não pode ter mais de 513 deputados e nenhuma bancada pode ter mais de 70 deputados e nenhuma pode ter menos de 8, independente da população.

 

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR