Conmebol detalha árbitro de vídeo já para semifinais da Libertadores Conmebol detalha árbitro de vídeo já para semifinais da Libertadores

A Conmebol detalhou na manhã desta quarta-feira (11), em São Paulo, o uso do árbitro de vídeo. A entidade confirmou o uso da tecnologia já a partir das semifinais da Copa Libertadores e na Copa Sul-Americana sob a bandeira da “mínima interferência, com o máximo de benefício”. O tempo de contrato ainda é experimental até dezembro deste ano. Os valores não foram informados.

O sistema de Assistência Arbitral por Vídeo (Video Assistant Referee em inglês, por isso a sigla VAR) utiliza um conjunto de câmeras espalhadas pelo estádio para transmitir as imagens para uma sala de operações em que outros árbitros possam contribuir com a marcação feita ou não no campo.

Nem todas as marcações, no entanto, poderão ser levadas aos árbitros de vídeo. Tampouco poderá haver o desafio.

Presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol, o brasileiro Wilson Luiz Seneme explicou que a base do projeto é “apoiar a arbitragem para evitar erros claros” em caráter de sugestão. A decisão final é do árbitro de campo.

 

 

 

 

 

Voltar ao Topo

COMPARTILHAR