Jornais do século XIX são microfilmados pelo Arquivo Público Jornais do século XIX são microfilmados pelo Arquivo Público!
Exemplares dos periódicos “O Operário do Progresso”, “O Horizonte” e “Gazeta da Victoria” foram microfilmados e estão disponibilizados para pesquisa no Arquivo Público do Estado do Espírito Santo (APEES). 
Os jornais, que circularam nas décadas de 1870 e 1880, são dos municípios de Itapemirim e Vitória, e trazem questões significativas sobre a sociedade da época e os principais debates políticos que agitavam a população. 
Os materiais passam a fazer parte da Coleção “Imprensa Capixaba” do APEES, composta por 73 periódicos publicados desde o ano de 1849.
 
Imprensa capixaba no século XIX
 
No Espírito Santo antes do aparecimento do jornal inaugural, em 1840, circulavam pelas ruas de Vitória apenas pasquins manuscritos. Com o advento do Império, os raros pasquins continuavam na capital enquanto uma série de publicações já aparecia nas províncias de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
 
Somente quando se tornou uma necessidade oficial dar publicidade às decisões do Executivo é que se inicia a imprensa capixaba. Essa preocupação mostra-se presente quando, em 1835, o presidente do Espírito Santo encaminha um ofício reclamando a falta de uma tipografia na qual os atos da Assembleia pudessem ser divulgados.
 
Ela surge apenas em 1840, por iniciativa do alferes Ayres Vieira de Albuquerque Tovar, e nela é publicado o primeiro jornal capixaba, “O Estafeta”, que não passou da edição inicial. A imprensa começa efetivamente com o “Correio da Victoria”, na década de 1840.
 
Voltar ao Topo

COMPARTILHAR