Suicídio de garota-propaganda mirim choca Austrália bullying Suicídio de garota-propaganda mirim choca Austrália bullying
Segundo a família de Ammy "Dolly" Everett, ela se matou depois de ser vítima de bullying. 
Em um postagem no Facebook, o pai da garota, Tick Everett, fez um apelo para que se tenha mais consciência sobre o problema, para que a trágica história da filha "não seja desperdiçada". 
 
Dolly era garota propaganda da Akubra, tradicional marca de chapéu australiana. A empresa, além de expressar condolências, também fez um apelo para que as pessoas "se ergam" contra qualquer tipo de bullying.
 
No emotivo texto que postou nas redes sociais no domingo, o pai da modelo não dá detalhes do tipo de violência a que Dolly foi submetida. Mas afirmou que houve bullying, e que ela queria "escapar do mal desse mundo".
 
Ele disse esperar que a atenção dada à morte da filha na semana passada "ajude a evitar que outras vidas preciosas se percam".
 
A família compartilhou ainda um desenho recente feito pela filha, mostrando uma figura magrinha inclinando-se para traz com os dizeres: "Fale mesmo se sua voz tremer".
Voltar ao Topo

COMPARTILHAR