Justiça Federal suspende MP que autoriza privatização da Eletrobras Justiça Federal suspende MP que autoriza privatização da Eletrobras!
A Justiça Federal de Pernambuco concedeu, nesta quinta-feira (11), uma liminar suspendendo os efeitos jurídicos do artigo 3º da Medida Provisória nº 814/2018, que retirava a Eletrobras e suas subsidiárias do Programa Nacional de Desestatização (PND) e permitia o seu processo de privatização. 
 
A liminar foi concedida pelo juiz federal da 6ª Vara Federal de Pernambuco, Cláudio Kitner, atendendo a ação impetrada pelo advogado Antônio Campos. 
 
Em sua decisão, o juiz afirma que a medida adotada pelo Governo Federal atinge diretamente o patrimônio público nacional "permitindo a alienação de todas as empresas públicas do setor elétrico para a iniciativa privada". 
 
Segundo o juiz, o presidente Michel Temer (PMDB) não apresentou justicativa para a urgência da edição de uma Medida Provisória no "apagar das luzes" de 2017 "para alterar de forma substancial a configuração do setor elétrico nacional, sem a imprescindível participação do Poder Legislativo na sua consecução", diz trecho da decisão. 
Voltar ao Topo

COMPARTILHAR